Um lugar extraordinário

Continuo a vir à Casa porque senti que os sete pequenos cristais da cama de cristal podiam fazer tanto, e eu não sei nada sobre cristais. Se estes 7 pequenos cristais podem fazer tanto, o que dizer do sítio?

Vim cá para conhecer o local. Quando estava na sala atual, senti muita eletricidade. Estavam a acontecer muitas coisas. Houve alturas em que fiquei aborrecido. Queria levantar-me e estava a lutar, porque são duas horas e 45 minutos na corrente. Não é fácil. Tentei aguentar e não ir à casa de banho. Mas sinto-me como se estivesse debaixo da cama de cristais. Mas não havia cristais. O quarto atual tem algo de extraordinário.

Um dia depois da intervenção espiritual durante um leito de cristal na Casa, Senti a energia a mover-se e a entrar no meu corpo. Esteve a trabalhar em mim durante meia hora. Como se um enorme vento soprasse através da porta do quarto de cristal. TO vento soprou, foi para o meu quarto e sobre mim. Foi muito estranho. Apesar de as portas interiores estarem fechadas. Não sei o que é que foi. Senti que algo estava a trabalhar em mim duas vezes.

Estou aqui para quase três meses no dia 13 de dezembro de 2022. 85 dias ou 88 dias, qualquer coisa do género. Eu era daté ao leito de cristal e o triângulo. WQuando se compra uma cama de cristal Casa, dão-nos um triângulo. Eu coloco a minha cabeça através dele e convidei as entidades a virem. Pedi à Mãe Maria que viesse ajudar-me na minha cura. Pedi a Jesus, filho de Deus, que viesse curar-me através do leito de cristal. Pedi aos seres divinos, aos anjos da guarda que viessem por favor.

Sinto que se alguém tiver um pouco de sensibilidade, mediunidade ou clarividência, quando vier aqui sentirá muito mais a sua energia. Por exemplo, eu estou aqui sentado japenas a falar. Se eu escolhesse não falar ou não me mexer, Conseguia sentir a eletricidade a acontecer neste momento. Por isso, mesmo no Hotel San Rafael, sente-se a energia, seja ela qual for.

Fiquei no Hotel San Rafael durante um mês e depois mudei-me para um apartamento. Quando saí, estava cá há quase dois meses. Mas quando estou no meu quarto, e lá também, a mesma coisa. Algo estava a acontecer. Alguns dos meus amigos que vieram para a minha camaquarto, deixei-os deitar-se. A energia estava a mover-se. Há algo que se está a mexer e que é muito poderoso. Por isso, onde quer que as pessoas vivam perto da Casa algo extraordinário acontece. Sinto-o no meu quarto quando fico aqui. É por isso que gosto de San Rafael. Porque é perto. Acho que temos de os convidar, porque acho que existe uma lei de não interferência. Se os convidarmos a vir, eles virão. Há muitas entidades. Pensei que também houvesse, sabes, entidades estranhas. Nem todas as entidades. Depois evoluiu. Na minha opinião, são entidades que são muito evoluídas, como o Doutor Augusto. Eu acho que ele é muito mais evoluído. Há outras entidades que também andam na Casa e não estão envolvidas. Por isso, seja quem for que vos aconselhe, têm de verificar se é a vossa própria opinião.maginação. Ou será mesmo das entidades? Por isso tens de verificar. Se o conselho que te dão não é bom para a tua alma, não é bom para as pessoas que te amam, então não está certo.

Tenho estado a viver no Dubai desde 1995 e a minha família é saté que em todo o Mundo. Bem, esta é uma história fantástica. Eu disse que vinha cá por menos de três meses porque o meu visto é de 90 dias e reservei-me apenas para vir cá. Não estou interessado em ir a nenhum sítio turístico. Estou aqui para isso. 

Tenho estado a viajar pelo mundo para diferentes lugares espirituais. Pratiquei Vipassana a maior parte da minha vida. Viajei sobretudo para praticar Vipassana. Adoro sítios sagrados. Os locais sagrados de todo o mundo são o meu passatempo de viagem. Mas nunca estive noutro local sagrado como este. Não sei porquê. Há outros sítios sagrados maravilhosos. Mas há algo de especial neste sítio. 

Decidi reformar-me mais cedo. Só tenho 54 anos. 
E quero trabalhar em mim através da meditação e pratico com paixão há muitos e muitos anos. E podia fazê-lo no Dubai. Também fiz algumas aulas, sem fins lucrativos, claro. E, de acordo com a terra, há muito Sagrado Sítios. Dependendo de uma determinada altura da nossa vida, sentimo-nos atraídos por diferentes sítios. Temos de ouvir o chamamento interior, e esse chamamento interior está a dizer-nos para irmos lá. Por exemplo, digamos que vos apresentei o livro de Louise Hay. Pode não ser do seu agrado. Mas talvez apelem ao Dr. Wayne Dyer ou apelem ao El Cartel ou o que quer que seja. Mas todos eles têm a mesma mensagem no final. O poder do amor divino. É isso que é maravilhoso. Cs determinados sítios atraem num determinado momento. WDevemos manter-nos estudantes. E encontro muito egoísmo espiritual em muitas pessoas. Elas podem enviar certas coisas ou selar certas coisas ou sentir certas coisas. Ou conseguem ler as pessoas ou qualquer que seja a sua capacidade. Temos de manter o nosso ego intacto. Caso contrário, ele vai destruir a nossa capacidade como muitos treinadores de vida. Wstamos em alturas diferentes da nossa vida, mas sinto-me rsta é a altura mais importante. O nosso tempo aqui é tão precioso e devemos dar valor a este momento, assim que nos valorizarmos a nós e ao nosso tempo. Quem quer que eu conheça, dou-lhe valor. Este amor divino incondicional para com o mundo. E com isso podemos fazer a diferença. Mas tem de partir de nós. É por isso que Segui a Avó quando estive no Dubai. Adorava-a. Todas as noites a ouvia. Apressava-me a meditar. Tento não ter saudades da Avó. Ela é a minha preferida e inspirou-me mesmo a vir para cá. E fiz as meditações dela durante a COVID todos os dias. Ma minha vida mudou. Agradeço à Avó.

E sim, é muito inspirador estar aqui. 
Valorizar este local porque muita gente depois de muito tempo a viver aqui não vai ao atual. O máximo que vão é para a segunda linha do tempo ou então ficam a passear pela casa. É raro encontrar pessoas que ainda estejam a trabalhar em si próprias. O pessoal continua a ir para a corrente, continua a ir para a intervenção invisível e continua a ir para as camas de cristal. Por isso, apesar de estarmos aqui. Isso não significa que estaremos completamente aqui se não trabalharmos em nós próprios. E temos sempre trabalho. 

Penso que o 50% somos nós próprios, o 50% é divino. Eles só nos podem ajudar se nós nos ajudarmos a nós próprios. E eu vejo muitas pessoas que
 não vir. Tens de ser tCada um pode. Algumas pessoas gostam de estar doentes porque sentem que essa é a sua identidade e conseguem que as pessoas façam recados por elas. Por isso, achei que se rDeixar de nos rotular ou de julgar que estamos doentes e permitir que a assistência divina chegue e, a partir deste momento, dizer obrigado por me curar. É tudo o que temos de fazer. Im vez de ir ao triângulo e estar sempre a dizer por favor dá-me isto, dá-me aquilo. Como uma lista de desejos. Temos de perguntar como nos podemos curar e depois descobrir o que dentro de nós precisa de ser curado. 

Creio que agradecer é uma oração. S
ay obrigado pela cura. Há dias em que não estou a meditar. Apenas observo cada parte do meu corpo e digo obrigado pela cura. Obrigado pela cura. Uma vez ia ajoelhar-me perante Santa Rita e ter esta lista de, Acho que foram mais de 30 pessoas que pediram uma oração ao Dubai, e eu trouxe-a para o cesto onde ela se sentou. Houve novamente um fluxo de energia. Da estátua para o meu corpo. Ou então senti-me como se alguém tivesse chamado o pobre carvão por todo o meu corpo, e soube nesse momento que ela tinha ouvido a minha oração. Isso é lindo. Relaxa. Deixa-te ir. Deixa de querer ser curado. Deixar de lado uma coisa neste nosso caminho. E senti apenas confiança. E o que quer que tenha acontecido está bem. 

Penso que estar cá 3 meses é bom, não mais. Não me parece que queira ficar mais de três meses. Acho que tem de haver um meio-termo. Não quero acabar como um fanático. Deve ser capaz de aplicar à sua vida o que aprendeu aqui.

Também onde quer que eu vá a partir de agora, sinto a Casa. Sinto a ligação. É mais fácil relacionar-me com as entidades porque elas me conhecem. Estou aqui há três meses e sinto que posso fazer isso em qualquer parte do mundo. Mundo. Creio que pode convidá-los e eles vêm. Foi o que me aconteceu no Dubai. Mesmo para alguém que nunca esteve aqui. Mas se se vieres, não esperes muito. As nossas doenças, enfermidades ou situações indesejadas na nossa vida fazem parte do nosso crescimento espiritual. Se queremos cNão é bom estarmos a pensar tanto em certas coisas. Temos de aceitar que faz parte da nossa cura e que está tudo bem.

Casa Inspired / Grupo no Facebook
Academyforhealingarts.com (Mika Nelson)

Junte-se aos nossos 66 subscritores